sábado, 25 de dezembro de 2010

TRÁFEGO NAS BRS DO RN DEVE AUMENTAR 30% NESTE FINAL DE ANO, SEGUNDO A PRF

Com a chegada do final de ano, muitos motoristas acabam pegando as estradax em busca de diversão, porém alguns cuidados devem ser tomados para que a alegria não se torne um problema durante as festividades. A previsão é que até o final do mês o fluxo de veÍculos nas estradas aumentem em torno de 30% em relação a 2009.

O assessor de comunicação da Polícia Rodoviária Federal (PRF), inspetor Cabral, informou que na manhã de ontem já era possível observar um aumento de 15% no fluxo de veículos nas quatro principais estradas que cortam a capital potiguar, sendo eles a BR-226 no sentido Natal-Seridó, BR-304 no sentido Natal - Mossoró - Fortaleza/CE, BR-406 no sentido Natal-Macau, além da BR-101 (sentido Norte e Sul), que tem como destino as praias dos litorais Norte e Sul e o interior do estado. Já na cidade de Mossoró, as estradas com maior movimentação são as BR-304 e a BR-101.

Como o fluxo de veículos ocorre com maior intensidade no turno da tarde, o inspetor Cabral informou que as pessoas que desejarem evitar os congestionamentos devem sair de suas residências pela manhã, além de ter alguns cuidados antes pegar a estrada. "Os motoristas devem realizar uma revisão nos veículos antes de seguir viagem, verificando o estado de conservação dos pneus, cinto de segurança, dentre outros itens. Além disso, o condutor deve respeitar a sinalização, dirigir com prudência e combater o uso de bebidas alcoólicas" destacou o inspetor.

Um outro cuidado que os motoristas devem ter durante a viagem refere-se a alguns trechos em obras que estão sendo realizadas nas estradas do RN. No sentido sul da BR-101, o trecho que vai de São José de Mipibu a Canguaretama tem desvios devido à duplicação da via. Já na BR-406, no trecho que vai de João Câmara à cidade de Macau e no trecho Campo Redondo a Currais Novos, os motoristas devem evitar utilizar a pista no turno da noite, devido à ausência de sinalização horizontal provocado por uma revitalização recente no local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente