quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

13 ônibus foram queimados em Natal nessa quarta-feira (18)

Os ônibus que circulam em Natal foram recolhidos às garagens. A ordem foi dada e a informação confirmada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Rio Grande do Norte. A justificativa é a falta de segurança. Desde a tarde desta quarta (18), treze ônibus, dois micro-ônibus, um carro do governo do estado e duas delegacias sofreram ataques criminosos no Rio Grande do Norte. O vídeo acima mostra um dos ônibus em chamas. Não há informação de pessoas feridas.

Em nota, a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) declarou que “devido aos incêndios a ônibus, todas as empresas estão recolhendo a frota”. 

Segundo o secretário de Segurança Pública, Caio Bezerra, está sendo investigado se os ataques têm relação com a crise no sistema penitenciário do estado. “Pessoas já foram presas”, afirmou, mas sem revelar a quantidade de detidos.

Ainda de acordo com o sindicato dos rodoviários, uma reunião a ser realizada ainda na noite desta quarta vai definir se os ônibus circularão normalmente nesta quinta (19).

O Sintro informou que a frota de ônibus da capital potiguar é formada por 630 veículos. Nesta época do ano, em razão das férias, 380 mil pessoas usam o transporte público diariamente na cidade.

Os ataques acontecem no mesmo momento em que a PM faz a remoção de presos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz. No local, 26 detentos morreram durante uma rebelião no final de semana. Destes, segundo o governo, 15 foram decapitados. Alcaçuz fica em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal.

A remoção dos presos é uma nova tentativa de o Estado retomar o controle da unidade. Para a retirada dos detentos o governo está usando ônibus de turismo locados.

G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente