sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Presos rebelados de Alcaçuz usam celular de cima do telhado

Detentos rebelados de Alcaçuz, maior presídio do Rio Grande do Norte, estão fazendo uso de aparelhos celulares. As ligações são feitas de cima dos telhados do pavilhão 5 da unidade. Do lado de fora, policiais militares da Força Nacional apenas observam.

Este é o sétimo dia de motim na penitenciária, onde pelo menos 26 presos foram assassinados no fim de semana. A PM afirma que outros detentos também foram mortos no confronto ocorrido nesta quinta. 

Alcaçuz fica em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal. Com capacidade para 620 presos, a unidade possui atualmente 1.150 detentos. A grande maioria dividida em duas facções criminosas. De um lado o PCC. Do outro, o Sindicato do RN, dissidente da facção que nasceu nos presídios de São Paulo. Desde o sábado passado, os rivais se digladiam dentro da unidade.


Nos pavilhões 1, 2 e 3, estão presos do Sindicato do RN. Já os pavilhões 4 e 5 são ocupados pelo PCC. O pavilhão 4 foi dominado no sábado, quando aconteceu a matança.

G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente