quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Renan é indicado como novo líder do PMDB do Senado

O senador Renan Calheiros. (Foto: ANDRE COELHO / Agência O Globo)
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), foi indicado pela bancada para ser o novo líder do partido no Senado, agora que deixará o comando da Casa. Renan disse que está "refletindo", mas na verdade a ideia é anunciar depois da eleição da nova Mesa do Senado, que ocorre nesta quarta-feira.

Renan ainda elogiou a escolha de Eunício de Oliveira, atual líder, para ser o candidato da bancada. 

— O partido fez uma bela indicação. Eunício tem experiência, tem liderança, tem espírito público e saberá conduzir o Senado e o Congresso nessa travessia particularmente muito difícil da vida nacional — disse Renan.

As disputas internas ocorrem por cargos de comando das comissões temáticas, em especial a CCJ.

— A bancada me indicou também por aclamação como líder, mas estou refletindo E para que não haja divisão do partido — disse Renan.

EUNÍCIO MANTÉM PT NA MESA
Eunício já fez um acerto da composição da Mesa do Senado com a participação do PT, mesmo com a informação de que a maioria dos senadores petistas não quer votar nele. Eunício disse ao GLOBO que o indicado para a primeira secretaria ainda é o senador José Pimentel (PT-CE), um dos defensores de que o PT participe para cumprir a proporcionalidade, que lhe dá direito a cargos. O primeiro vice-presidente da Casa, como O GLOBO já antecipara, será o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB). Os demais nomes da Mesa são Antônio Valadares (PSB-SE) e Sérgio Petecão (PSD-AC).

— Quero agradecer a confiança da bancada pela aclamação. E buscar, dentro da proporcionalidade (de participação dos partidos), harmonizar a Casa — disse Eunício.

O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente