quarta-feira, 15 de março de 2017

Polícia define linha de investigação para chacina em baile funk no RN

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já definiu a linha de investigação da chacina que aconteceu durante o baile funk realizado no sábado (11) em Mossoró, cidade da região Oeste potiguar. Cinco pessoas morreram e pelo menos outras cinco ficaram feridas.

Nesta quarta-feira (15), uma equipe de policiais civis de Natal foi designada para auxiliar no trabalho de inteligência. O delegado Ben-Hur Medeiros e mais três agentes vão ajudar a equipe da DHPP de Mossoró. 

"As investigações são comandadas pelo delegado Rafael Arraes, que é da DHPP em Mossoró, e nós viemos para auxiliar no trabalho de inteligência. Um total de 20 pessoas foram ouvidas e já há uma linha de investigação, mas nós não podemos divulgar nenhum detalhe", disse Ben-Hur.

Das 20 pessoas ouvidas, a equipe da DHPP colheu depoimento de alguns dos feridos. Em Mossoró, o delegado Ben-Hur Cirino também se reuniu com juízes e com promotores. "Esse encontro foi para tratar de outros assuntos, mas também desse caso da chacina", revelou.

De acordo com o delegado Rafael Arraes, a investigação da chacina ainda está no começo. “Essa fase de depoimentos é a inicial. Depois, partiremos para as diligências. Temos 30 dias para concluir o inquérito e, por enquanto, não podemos falar nada sobre motivação ou pistas dos assassinos”.

G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente