quarta-feira, 17 de maio de 2017

'Alcaçuz não será desativada', diz governador do RN

Penitenciária passa por obras de recuperação após 
rebelião que deixou a unidade destruída (Foto: Bethise Cabral)
O governo do Rio Grande do Norte desistiu de desativar a Penitenciária Estadual de Alcaçuz. O governador Robinson Faria (PSD) visitou a unidade prisional - que passa por reformas - nesta terça-feira (16) e explicou que, em vez de desativar o presídio, o Governo do Estado optou por recuperar e reestruturar a unidade dentro da "doutrina atualizada" de controle prisional.

"Alcaçuz não está apenas sendo restaurada, mas reconstruída dentro dessa nova doutrina", disse. O governador disse ainda que a o Plano Diretor do Sistema Penitenciário, que está em elaboração, irá definir em detalhes como será o funcionamento da unidade após a restauração. 

A ideia de desativar a Penitenciária de Alcaçuz foi anunciada em janeiro deste ano após uma série de rebeliões na unidade que deixou pelo menos 26 mortos. À época, o governador disse que pretendia construir três novos presídios para transferir os presos da unidade. "A construção de Alcaçuz naquele local foi um grande equívoco, porque é uma área de geografia turística", afirmou, à época.

O G1 publicou nesta terça-feira um relatório que aponta que há 71 presos desaparecidos e número de mortos na rebelião de Alcaçuz pode se aproximar de 100.

G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente