quarta-feira, 10 de maio de 2017

Aplicativos passam a ser meio mais usado em transações bancárias

O uso de aplicativos de bancos para celular e tablets, o chamado mobile banking, se tornou o canal mais utilizado pelos brasileiros para operações bancárias em 2016, superando pela primeira vez o internet banking, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira (10) pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

De acordo com o levantamento, o número de operações via mobile banking, incluindo transferências, pagamentos e consultas de salto, cresceu 96% na comparação com o ano anterior e já representa um terço do total de todas as transações feitas no país. 

A participação do mobile banking saltou de 20% em 2015 para 34% em 2016. Em 2014, era de apenas 10%.

Já o internet banking viu sua fatia cair de 32% para 23%. Com isso, os apps se confirmaram em 2016 como o canal noº 1 para operações bancárias no país. Veja gráfico abaixo:
Transações bancárias em 2016 (Foto: G1 )
Segundo o diretor da Febraban Gustavo Fosse, os números mostram que o mobile banking se consolida como o canal preferido dos brasileiros. “Por conta da facilidade, percepção de segurança e barateamento da tecnologia, cada vez mais clientes estão usando smartphones. Pagar um boleto no celular hoje é muito mais prático que na própria internet”, afirma.

Juntos, internet e mobile, já respondem por 57% do total de movimentações financeiras. Em 2015, os canais digitais respondiam por 52% das transações.

Segundo a Febraban, o crescimento do mobile banking se deve também à migração de operações feitas em caixas eletrônicos, cuja participação no total das transações caiu de 18% em 2015 para 15% em 2016.

A pesquisa foi feita em parceria com a consultoria Deloitte, a partir de informações de 17 bancos, que representam 91% dos ativos do setor bancário.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente