sexta-feira, 19 de maio de 2017

Medo da morte faz alvo da chacina de Serra do Mel procurar a polícia

Manoel Gago tem 30 anos e seria morto na chacina (Marcelino Neto/O Câmera)
O medo de morrer levou Manoel Bento Ferreira Filho, de 30 anos, a se apresentar à Polícia Civil, em Mossoró. Ele confirma ser alvo dos criminosos que mataram seis pessoas na chacina da última terça-feira, 16, em Serra do Mel, no Oeste Potiguar.

Caetano Balmam, o delegado que investiga o caso, acredita que as execuções na cidade com pouco mais de 11 mil habitantes, de acordo com o Censo feito pelo IBGE em 2014, ocorreram por engano. 

De acordo com Balmam, os seis não têm ficha criminal e terminaram assassinados por estarem no “lugar errado” com ‘Manoel Gago’, como o homem que se apresentou na Segunda Delegacia de Mossoró, nessa quinta-feira, 18, é conhecido.

Manoel Gago é suspeito de integrar um bando responsável por arrastões em residências da região de Serra do Mel. Ele teria se escondido durante quatro dias em um matagal, para onde correu para escapar morte.

Gago foi liberado pela Polícia Civil, pois não havia mandado de prisão contra ele. Ele e o adolescente de 16 anos, o único baleado que conseguiu escapar da chacina, devem ajudar a elucidar o caso, através dos depoimentos.

Portal no Ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente