domingo, 4 de junho de 2017

UM ENIGMA PARA ANGICOS - Quem é o político que está sempre faltando com a palavra?

A Esfinge, símbolo maior dos enigmas
A política tem histórias bem pitorescas, e não é diferente em Angicos.


Aqui, uma dessas histórias, conta a saga de um certo político, que  empenha sua palavra de tempos em tempos, mas não cumpre nada do que diz ou promete.

Exemplo disso é que este, teria dito tempos atrás a um líder, que ficaria velhinho, de cabelo branco e bengala, ao seu lado, juntinhos até a eternidade.

Não passou muito tempo e eis que ele mudou de ideia, passou a cortejar um outro líder, com muitas juras de amor eterno e lealdade absoluta.

Mas também não durou muito esse sentimento, pois em seguida, contrariando a tudo e todos, esse mesmo político sentou à mesa com outro que o apunhalou pelas costas, e beijando a mão do mesmo enquanto clamava por atenção e confiança, praticou a caridade e o perdão universal.

Não se tem exatamente a noção de quem será a próxima vítima, mas a última, com certeza, foi o povo, que acreditou, votou e se decepcionou.

As cenas do próximo capitulo ainda estão sendo escritas, mas a vida é uma gangorra, cheia de altos e baixos.

Se alguém estiver se identificando com esse relato, não se preocupe, nos próximos posts a gente vai gradativamente contando toda a história, em detalhes, e dizendo exatamente quem é.

Por enquanto, é um enigma para a Esfinge: “me decifre ou serás devorado.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente