quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Samsung revela Galaxy Note 8, seu novo top de linha, com duas câmeras traseiras

A Samsung anunciou hoje, durante um evento em Nova York, o Galaxy Note 8, seu celular top de linha que vai competir com os próximos iPhones que a Apple vai lançar. O dispositivo tem tela ampla, componentes de ponta e duas câmeras traseiras.

Seguindo a tradição, a empresa coreana aproveitou bastante do design do S8 no novo celular. Ele mantém as bordas finas na parte frontal, os cantos curvos da tela e a proporção 18,5 por 9 que a Samsung apresentou com seu lançamento anterior. Mas, como de costume, o Note 8 terá tela maior (com 6,3 polegadas de diagonal). A resolução, porém, é a mesma do S8 (2960 por 1440 pixels). 

Ele também virá com a S Pen, a tradicional caneta digital que acompanha os aparelhos da linha Note. Desta vez, a stylus é basicamente a mesma que a do Galaxy Note 7, com ponta de 0,07 milímetros e 4.096 pontos de sensibilidade a pressão. Assim como seus antecessores, ele tem certificação IP68, o que significa que ele aguenta até 30 minutos mergulhado sob 1,5 metros de água.

Hardware

O Note 8 terá por processador o Snapdragon 835, da Qualcomm, um dos chips mais potentes do mercado ou o Exynos 8895, de fabricação própria da Samsung, que já era usado no S8, dependendo do mercado em que for vendido. O processador é fabricado em processo de 10 nanômetros, o que lhe garante tanto performance de ponta quanto eficiência energética para que a bateria renda mais.

Além disso, ele vem com 6 GB de RAM e opções de 64 GB a 256 GB de armazenamento, com entrada para cartão de memória e para fones de ouvido. A bateria, por sua vez, tem 3300 mAh de capacidade. Isso é um pouco menos que os 3500 mAh da bateria do Note 7, mas depois do desastre explosivo daquele dispositivo, faz sentido que a empresa evite se arriscar demais nesse quesito.

O Note 8 também tem suporte ao Dex, aparelho da Samsung que transforma o celular em um PC. Assim como com o Galaxy S8, basta ligar o Note 8 ao Dex e a um teclado e mouse para usar o aparelho como computador de mesa. O smartphone também tem suporte a carregamento sem fio.

Na traseira, o aparelho terá duas câmeras de 12 MP. Um dos sensores é pareado a uma lente tradicional com abertura f/1.7; a outra é uma lente teleobjetiva que permite que o celular utilize recursos de zoom óptico semelhantes aos do iPhone 7 Plus. A diferença é que o Note 8 tem estabilização óptica nos dois sensores, e não só em um.

Sistema

Saindo da caixa, o Note 8 terá como software o Samsung Experience, a versão modificada da Samsung para o Android 7.1, com uma atualização para Android 8.0 vindo até o fim do ano. Ele também terá muitos dos recursos de biometria que a empresa já tinha apresentado, como sensor de impressões digitais do lado da lente da câmera e destravamento por reconhecimento de íris.

Como não poderia deixar de ser, o Note 8 também será compatível com a Bixby, a assistente virtual da Samsung que foi apresentada com o lançamento dos Galaxy S8. E assim como no top de linha do primeiro semestre, o novo Galaxy Note também tem um botão dedicado para a assistente, que, por enquanto, só fala inglês e coreano.

Disponibilidade


O Galaxy Note 8 começa a ser vendido em 15 de setembro nos EUA, custando US$ 930 - equivalente a mais de R$ 3.000 em conversão direta. Quem comprou uma unidade do falho Galaxy Note 7 terá direito a desconto. Ainda não há informações sobre o lançamento do novo aparelho no Brasil.

Olhar Digital UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente