sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Com 2 deputados presentes, Câmara adia leitura da 2ª denúncia contra Temer

A Câmara dos Deputados adiou a leitura da nova denúncia contra o presidente Michel Temer, apresentada pela Procuradoria Geral da República. Não houve presença suficiente de parlamentares para a abertura da sessão de plenário desta sexta-feira (22). A leitura é uma formalidade para o processo ter andamento na Casa.

A sessão de plenário havia sido agendada para iniciar às 9h. Trinta minutos depois, com apenas dois parlamentares na Casa, a reunião foi cancelada. Para a abertura, era necessária a presença de, ao menos, 51 dos 513 deputados. Uma nova sessão foi marcada para a tarde de segunda-feira (25). 

Estiveram na Câmara apenas o terceiro-secretário da Casa, JHC (PSB-AL), e o deputado Celso Jacob (PMDB-RJ), que cumpre pena em regime semiaberto, por falsificação de documento público e dispensa de licitação, e tem o direito de sair do presídio durante o dia para trabalhar.

A denúncia contra Temer foi entregue pelo Supremo Tribunal Federal à Câmara na noite desta quinta (9).

A segunda-secretária da Câmara, deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) não compareceu à sessão desta sexta. Ao G1, a deputada disse que a denuncia tem mais de 260 páginas e ainda não foi definido como será feita a leitura.

“Não está ainda nem decidido como será a leitura. Precisaremos de mais de uma sessão, pelo tempo”, explicou, antes de ressaltar que a primeira tentativa deverá ocorrer de fato na terça-feira (26).

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente