sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Defesa de Robinson e Fábio pedirá anulação de delação da JBS contra ambos

A defesa do governador Robinson Faria e do deputado federal Fábio Faria deverá postular junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) o esvaziamento das acusações contra ambos na delação da JBS.

Na última semana, novos áudios trouxeram à tona que as acusações formuladas por Joesley Batista e seus executivos foram combinadas de maneira a conquistar a Procuradoria Geral da República. Um dos áudios sugere que o procurado Marcelo Miller era agente duplo. 

Indagado, então, nesta sexta-feira, se, diante dos novos fatos, a defesa não iria postular algo no sentido de mostrar que a delação contra o governador e o deputado federal perdeu validade, o advogado afirmou taxativo: “Sim, nós vamos”.

Ele ainda não explicou, no entanto, quais serão os procedimentos.

Em nota distribuída nessa quinta-feira, José Luis Oliveira Lima repercutiu a decisão da ministra Rosa Weber em autorizar abertura de inquérito contra o governador e o deputado federal. A decisão foi tomada antes dos novos áudios darem uma reviravolta na delação da JBS. Confira o texto:

A decisão da Ministra é protocolar e apenas cumpre o rito previsto para apuração dos fatos. É importante registrar que tão logo esses fatos foram noticiados, apresentamos petição ao STF desmascarando a farsa das alegações contra o Deputado e o Governador.

O áudio de Ticiane, esposa de Joesley, desmente a fala do Sr. Ricardo Saud, e ela própria se oferece como testemunha de defesa.

A mentira dos delatores da JBS ficou provada também pela falsa montagem dos fatos, provando-se que eles manipulam datas para forjar um crime inexistente.


Os recentes fatos noticiados por toda a imprensa nacional, reforçam que esses delatores agem de ma-fé e sem nenhum compromisso com a verdade.

Dinarte Assunção 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente