sábado, 14 de outubro de 2017

Governo interrompe captação de água do Rio Açu para três municípios

Prevendo iminente colapso de abastecimento de água, o Governo do Estado determinou a interrupção das captações de água no rio Açu para os municípios de Pendências, Guamaré e Macau.


A Nota Informativa foi publicada na tarde desta sexta-feira, 13, no site do governo e explica que a interrupção é exceto para o “abastecimento humano e animal no trecho entre a barragem Armando Ribeiro Gonçalves e a captação da CAERN no município de Pendências”. 

A medida foi tomada em decorrência do nível de água observado na estação fluviométrica Pendências. Segundo a nota, às 7 horas da sexta era de 0,85 m.

Ainda de acordo com a NI, a permanência da redução deverá ocorrer durante um período de 72 horas, contatos a partir da divulgação da nota ou até que o nível de água na régua de medição na estação fluviométrica Pendências atinja novamente o nível de 1,00 m e se mantenha neste nível de medição.

Qualquer alteração na determinação será informada mediante Nota Informativa, emitida pelos integrantes do Sistema de Recursos Hídricos.

Leia a nota na íntegra:

Nota Iinformativa

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão de Águas do Rio Grande do Norte (IGARN), e junto à Agência Nacional de Águas (ANA) e ao Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piancó Piranhas Açu, vem a público informar que:

Diante do nível de água observado na estação fluviométrica Pendências (código 37761000) às 07h00 do dia 13 de outubro de 2017, igual a 0,85 m, e prevendo iminente colapso de abastecimento de água para os municípios de Guamaré, Pendências e Macau, fica determinada a interrupção das captações de água no rio Açu para usos múltiplos, à exceção do abastecimento humano e animal, no trecho entre a barragem Armando Ribeiro Gonçalves e a captação da CAERN no município de Pendências.

A permanência da redução deverá ocorrer durante um período de 72 horas, contatos a partir da divulgação desta NI ou até que o nível de água na régua de medição na estação fluviométrica Pendências atinja novamente o nível de 1,00 m e se mantenha neste nível de medição.

O Governo esclarece ainda que a determinação será fiscalizada e, caso não seja respeitada, os usuários estarão sujeitos às penalidades como multa e embargo.

Qualquer alteração na determinação será informada mediante Nota Informativa, emitida pelos integrantes do Sistema de Recursos Hídricos.

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
INSTITUTO DE GESTÃO DAS ÁGAUS DO RIO GRANDE DO NORTE (IGARN)
GENCIA NACIONAL DE ÁGUAS (ANA)
COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DOS RIOS PIANCÓ PIRANHAS AÇU

DeFato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente