quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Iluminação com LED pode levar a aumento nos gastos com energia, diz estudo.

Embora fosse esperado que a transição para lâmpadas de LED gerasse uma queda no consumo de energia, o que está acontecendo em escala global é justamente o contrário. Foi isso que concluiu um estudo publicado ontem no periódico "Science Advances" por pesquisadores europeus.

Os pesquisadores usaram o primeiro radiômetro calibrado equipado em um satélite para avaliar imagens da superfície da Terra durante o período noturno entre 2012 e 2016. As imagens mostram a Terra durante a noite, e deixam claro as áreas que são mais iluminadas por luz artificial. Com o avanço das lâmpadas de LED, os cientistas esperavam observar uma queda nas áreas iluminadas captadas pelo satélite.

No entanto, observou-se justamente o oposto. Durante o período, a área da Terra iluminada artificialmente durante a noite cresceu 2,2% ao ano em média, e a intensidade dessa iluminação aumentou em média 1,8% ao ano. Dentre os países observados, 20 deles tiveram um aumento de 150% ou mais em sua iluminação noturna. Outros 60 países tiveram aumento entre 110% e 150%, cerca de 40 países se mantiveram em nível estável de iluminação, e apenas 16 apresentaram queda.

Olhar Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente