segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Vereador defende pagamentos de servidores e é atacado por Katia de Deda



Com informações do 'Angicos Notícias'
A Vereadora Kátia Cilene [PSD], usou sua conta no Facebook e um “Blog” na cidade para atacar o Vereador Neto de Dezin [PSDB].
A reação raivosa da Vereadora Oposicionista de primeiro mandato aconteceu depois que Neto de Dezin defendeu a aprovação do Projeto de Lei nº 034/2017 oriundo do Executivo Municipal solicitando a autorização da Câmara para a abertura de crédito suplementar (remanejamento de rubrica) para pagamento funcionalismo público dos meses de novembro, dezembro e o 13º salário. Preocupado, Neto de Dezin saiu em defesa dos servidores públicos municipais. A atitude de Neto de Dezin deixou Kátia irritada.

A vereadora tem mantido uma postura contrária aos projetos de interesses populares reprovando e se abstendo nas votações das matérias. Foi assim com a contratação de vigias para as escolas; foi assim sendo contra a contratação de um pregoeiro para agilizar as licitações do Executivo, foi assim mostrando-se contra a aprovação do Projeto prevendo a aquisição de veículos para saúde, foi assim com o Projeto prevendo a compra de tratores para ajudar o homem do campo.

Atualmente, outra matéria importantíssima está em discussão. Trata-se da firmação de convênio entre o Executivo e Entidades. Entre as pretensões, está a Liga Norte Contra o Câncer. O Projeto tramitou na comissão de Constituição, Justiça e Redação que tem a referida parlamentar como relatora e membro. Em seu parecer, Kátia devolveu o Projeto para o Executivo sob alegação de existência de vícios e já advertiu que, caso não seja atendido pelo Executivo seu parecer, a matéria terá dificuldade da sua aprovação em plenário.

A Vereadora tem perdido o equilíbrio emocional nas discussões das matérias.

Na Câmara, Neto de Dezin ocupa a função de Líder do Prefeito.

As prerrogativas parlamentares devem ser usadas em prol do povo e não para satisfazer seus próprios interesses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente