domingo, 26 de novembro de 2017

YouTube fecha o cerco contra conteúdo "infantil" inadequado para crianças

O YouTube fechou o cerco contra vídeos aparentemente voltados para criança, mas com conteúdo adulto e criou novas regras que definem a remoção desses vídeos da plataforma e um maior controle em relação a comentários.

Diversos canais do YouTube usam personagens conhecidos e amados por crianças para transmitir mensagens nem um pouco apropriadas para elas. Alguns desses personagens eram vistos em poses eróticas, enquanto outros eram brutalmente assassinados, ou saíam atirando em vilões.

Esses vídeos enganavam o algoritmo do YouTube. Se uma criança assistia a muitos vídeos com a Peppa Pig, por exemplo, poderia em algum momento ter como sugestão um vídeo que usava a simpática porquinha em situações não indicadas para crianças.

Assim, muitos desses vídeos ganhavam uma grande quantidade de visualizações, o que rendia até vantagens financeiras para seus criadores por meio da monetização de vídeos do YouTube.
O Google decidiu agir e criou uma série de novas medidas para conter essa "tendência crescente". Quando esse tipo de conteúdo for detectado, o vídeo não vai mais ser monetizado. Além disso, conteúdo com personagens populares entre crianças com temas maduros ou humor adulto vão ser removidos da plataforma.

Outras medidas envolvem um entendimento melhor do contexto, para que o YouTube consiga diferenciar quando uma animação é voltada para crianças e quanto ela possuí conteúdo inadequado para elas.

Por fim, um problema grave de comentários predatórios também vai ser atacado, com uma moderação mais ativa nos comentários de vídeos voltados para crianças - se um vídeo começar a atrair muitas mensagens do tipo, os comentários vão ser automaticamente desativados.

As novas medidas já estão valendo e tentam fazer do YouTube um espaço mais adequado para crianças, que já consomem uma quantidade imensa de vídeos dentro da plataforma, o que motivou inclusive o YouTube a criar um aplicativo específico para seus pequenos espectadores, chamado YouTube Kids. 

Olhar Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente