terça-feira, 16 de janeiro de 2018

A política, os direitos dos trabalhadores e as distorções milionárias

O ano de 2018 nem bem começou e a política é o principal assunto desse início de ano.
As projeções estaduais se elevam, e se potencializam com as votações do pacote econômico enviado pelo governo a assembleia legislativa.

Servidores estaduais lutam por seus diretos legítimos conquistados, enquanto o governador Robinson Faria diz que sem essa votação o estado quebra de vez.

O que se discute, é que enquanto o estado tenta economizar “trocados”, com programas de demissão e corte de comissionados, se eleva um verdadeiro temor em se falar nos cortes e ajustes do duodécimo.

Enquanto o poder judiciário nada em dinheiro (igual Tio Patinhas), sobrando milhões e milhões todos os meses, o estado atrasa pagamentos em áreas vitais, como a da segurança pública.


Ou se corrige isso, ou não adianta falar em cortes de algumas centenas de cargos de baixo valor, que pouco oneram os cofres públicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente