segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Chefe do PCC morre em confronto com o BPChoque


Morreu na tarde desta segunda-feira, 26, um homem tido pela Polícia Militar como uma das maiores lideranças da facção Primeiro Comando da Capital, o PCC, no Rio Grande do Norte. Wanderson Wagner Do Nascimento Rolemberg tinha 36 anos e foi morto em confronto com o Batalhão de Polícia de Choque, o BPChoque, em São Gonçalo do Amarante.

Marrom da África, como o criminoso era conhecido, chegou a ser socorrido após ser atingido no confronto que começou após ele reagir à abordagem policial. Os policiais apreenderam o carro em que ele estava e também a arma com que trocou tiros com o BPChoque: uma pistola 9 mm. 

O criminoso era considerado foragido da justiça. O apelido era devido a Marron ser tido como responsável pelo comércio de entorpecentes na localidade do Alto da Torre e na comunidade da África.

A morte de Marrom da África foi a segunda de um chefe do PCC a acontecer em menos de 24 horas no estado. Isso porque na noite desse domingo, 25, Lázaro Luís de França Ferreira, de 34 anos, conhecido como ‘Nego Lázaro’, que também era apontado como líder da facção no RN, foi encontrado morto em Alcaçuz.

Shakespeare Costa de França, que tinha 24 anos, e era chamado apenas por Sheik também foi achado morto. O detento, que dividia cela com Nego Lázaro, era outro que integrava o PCC.

Portal no Ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente