quinta-feira, 1 de março de 2018

Central do Cidadão de Assu funcionará em novo endereço durante reforma do prédio


A Central do Cidadão do município de Assu está sendo transferida, provisoriamente, para um novo endereço no Centro da Cidade. A unidade, que antes funcionava na Av. Sen. João Câmara, no Conjunto Janduís II, passará a atender no auditório da 11º DIRED, Praça Getúlio Vargas, 161. A mudança será provisória, devido a reforma do prédio, que será ampliado para melhor atender a população do município. A unidade realiza cerca de 24 mil atendimentos por mês.

“A obra de reforma e ampliação é um investimento de cerca de R$ 1,5 milhões, oriundos do projeto Governo Cidadão. Ela faz parte do plano de reestruturação das Novas Centrais do Cidadão. É uma obra importante para Assu e toda a região do Vale. A reforma do prédio próprio deve durar seis meses, mas a população não ficará sem atendimento”, explicou o secretário do Trabalhado, da Habitação e da Assistência Social, Vagner Araújo, que também é o coordenador do projeto Governo Cidadão. 

A Central de Assú continuará funcionando do horário das 7h às 13h, e oferecendo os serviços do ITEP, do Sine-RN, da Tributação, do Procon, da Carteira de Trabalho e do CPF. Os serviços do Detran, continuarão na unidade do Conjunto Janduís, já o Juizado Especial será transferido para o Fórum do município. A Junta Militar será transferida para Prefeitura e os serviços do TRE para o Cartório de Notas.

O projeto de Reestruturação das Novas Centrais do Cidadão contempla a construção de 16 novas unidades, em substituição às existentes, a construção da unidade de Parelhas e a reforma e ampliação de cinco unidades que possuem imóveis próprios. Além disso está previsto a construção de uma nova unidade na Zona Leste de Natal.

Atualmente o programa conta com 22 unidades, em 19 municípios (Natal, Parnamirim, Mossoró, Currais Novos, Pau dos Ferros, Alto do Rodrigues, Apodi, Caicó, Nova Cruz, Assu, João Câmara, São José de Mipibu, Santa Cruz, Alexandria, São Paulo do Potengi, Caraúbas, Ceará Mirim, Macaíba e Macau).