segunda-feira, 19 de março de 2018

VEREADORA TENTA "FORÇAR A BARRA" Durante missa de São José

Chega a redação do blog uma informação sobre determinada ação praticada pela vereadora Katia de Deda em cima do palanque oficial da Missa Campal de São José desta segunda, 19, que deixa a todos pensativos.

De acordo com fonte certa, a vereadora teria agido de forma abrupta e causado certo "mal estar" a alguns presentes no palanque, no exato momento da elevação eucarística.

Segundo as informações, a vereadora queria espaço para estar ao lado do seu deputado, José Dias, e não conseguindo, passou a “forçar a barra”, chegando a empurrar pessoas que ocupavam o mesmo espaço.

Ao receber empurrão, uma das senhoras presentes retrucou, tentando apaziguar, dizendo que ali todos eram católicos, e se ela, a vereadora, não era também, mas ouvi Katia dizer " Deus me livre não sou católica". O direito ao culto é previsto em Lei, e todos podem ter a fé ou religião de sua escolha, todos tem direito a crer no que lhe convêm, o processo democrático é perfeito nesse aspecto.

Mas devido as circunstâncias, fica a dúvida: então se a vereadora não é católica, o que estava fazendo no palanque oficial de São José?

Fica a reflexão para a representante do povo e para a população.