quinta-feira, 31 de maio de 2018

Padre explica o significado do feriado de Corpus Christi para os católicos


O reitor do Seminário Propedêutico São João Maria Vianney e coordenador da Comissão de Liturgia da Arquidiocese de Curitiba, padre Maurício Gomes dos Anjos, explica, em entrevista ao G1, do ponto de vista exclusivamente católico, qual o significado do feriado de Corpus Christi.

O que significa o feriado de Corpus Christi?

O dia de Corpus Christi, realizado na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, consta de uma grande missa, seguida da procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento. A Santa Missa é o memorial da paixão, morte e ressurreição de Cristo. A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da terra prometida e a adoração ao Santíssimo Corpo de Cristo é um dos gestos mais profundos de comunhão que podemos estabelecer com Cristo. 

É um momento para os fiéis refletirem sobre o que? Em que sentido Deus e o catolicismo devem ser lembrados?

 A Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, nas palavras do Papa Bento XVI: "Convida-nos a contemplar o mistério supremo da nossa fé: a Santíssima Eucaristia, presença real do Senhor Jesus Cristo no Sacramento do Altar. Cada vez que o sacerdote renova o sacrifício eucarístico, na oração da consagração, ele repete: "Este é o meu corpo (...) este é o meu sangue". Ele empresta sua voz, as mãos e o coração a Cristo, que quis permanecer conosco e ser o coração da Igreja".

Como surgiu a tradição da confecção dos tapetes? O que eles representam?

 A festa de Corpus Christi remete século XIII. No ano de 1264, o Papa Urbano IV estendeu esta solenidade para toda a igreja. Neste mesmo período surgiu também a procissão com o ostensório (que carrega o Corpo de Cristo), por ruas enfeitadas nas cidades e aldeias. Os tapetes confeccionados expressam a fé e o amor do povo cristão por Jesus que volta a passar pelas ruas das cidades e lugarejos.

A procissão passar por cima dos tapetes tem algum significado?

 Na verdade, é o sacerdote com o ostensório que caminha por cima dos tapetes. A procissão solene constitui o testemunho público da piedade do povo cristão para o Santíssimo Sacramento. Neste dia, o Senhor toma posse das nossas ruas e praças, atapetadas em muitos lugares com flores e ramos que simbolizam também a expressão de uma gratidão profunda pela presença real de Jesus na Eucaristia.

Os tapetes devem trazer apenas imagens religiosas?

 Em geral esta é a expressão de fé do povo. Mas, desde que as imagens simbolizem a expressão de fé na presença real de Jesus na Eucaristia, poderão ser utilizadas [de qualquer tipo].

G1