sábado, 16 de junho de 2018

Confronto entre facções deixa dois mortos em Natal

Uma troca de tiros entre facções criminosa, na madrugada deste sábado (16), deixou dois mortos na comunidade Beira-Rio, conhecida como favela do Mosquito, em Natal. As vítimas são um homem e uma mulher, que não tiveram identidade revelada pela Polícia Militar.

De acordo com o serviço de comunicação da PM, os primeiros disparos na região foram registrados por volta da meia-noite. A principal suspeita da polícia é que houve uma tentativa de invasão da comunidade Beira-Rio por uma facção rival ao grupo que detém o controle do tráfico de drogas do local. 

Houve um intenso tiroteio, que pôde ser ouvido inclusive por motoristas que passavam pela Ponte de Igapó, que liga a Zona Norte às demais regiões da cidade. Uma equipe da Força Nacional passava pelo local quando começaram os disparos. Os militares, com reforço do 4° Batalhão da PM e do Batalhão de Choque, entraram na comunidade Beira-Rio para cessar o confronto.

Segundo a versão da Polícia Militar, quatro homens armados com fuzis foram avistados correndo pelos trilhos da linha férrea, que corta a comunidade. Logo em seguida, os policiais avistaram um corpo de um homem com marcas de tiros na boca. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou a ser acionado, mas a vítima não resistiu aos ferimentos.

Em seguida, por volta das 2h da manhã, uma mulher foi encontrada sem vida também na comunidade Beira-Rio. A polícia informou que moradores a viram andando cambaleando e depois caída dentro de um imóvel. Ela tinha marcas de tiros na região abdominal. O SAMU foi novamente acionado, mas outra vez não conseguiu chegar a tempo de efetuar socorro.

A Polícia Militar e a Força Nacional fizeram buscas na região, mas ninguém foi preso.

Portal no Ar