terça-feira, 5 de junho de 2018

Dica de Séries: Mindhunter

Uma das séries mais famosas de 2017, Mindhunter, em livre tradução “Caçador de Mentes”, lançouo a primeira temporada no final de 2017, com continuidade da segunda temporada para o ano corrente, 2018. A trama se passa no final dos anos 70, e é uma série que deixa o telespectador roendo as unhas de ansiedade. Na série, o objetivo é entender o que se passa no cérebro de um psicopata, onde são entrevistados os maiores psicopatas do EUA.  A série contém muitas cenas inapropriadas, cenas com assassinatos, que possam ser perturbantes para jovens de menos de 16 anos.


Confira a analise:

Escrita e pensada tendo por base Mindhunter: Inside the FBI’s Elite Serial Crime Unit, a série que se senta frente a frente com alguns dos psicopatas mais perturbadores dos EUA não demora a apresentar-se. Desde a sua primeira cena impactante, com o protagonista Holden Ford (Jonathan Groff) impotente perante um tiro de caçadeira, ao genérico que enfeitiça o espectador, pontuado por 25 frames de cenas de crime que poderão perfeitamente passar ao lado a quem pisque muito os olhos. 
Diálogo e imprevisibilidade. Desde o momento em que Holden Ford nos é introduzido no terreno, essas duas noções – ingredientes fundamentais na série ao longo dos dez episódios – ficam bem marcados. E se a viagem tem provavelmente em “Zodiac” a sua associação mais fácil, as entrevistas dão algo de “O Silêncio dos Inocentes” à série. Gostaram da primeira temporada de “True Detective” ou de “Se7en”? Então esta é para vocês. Com a constituição da dupla Ford e Bill Tench (Holt McCallany) a contribuir para esta comparação.

Trailer: