sábado, 30 de junho de 2018

PF desarticula quadrilha e faz maior prisão de cocaína da história do RN


A Polícia Federal realizou, nesta sexta-feira (29), a maior apreensão de cocaína de sua história no Rio Grande do Norte. Os policiais encontraram 277 quilos da droga em um compartimento falso localizado na boleia de um caminhão. A apreensão aconteceu na zona rural de Monte Alegre, na Grande Natal.

De acordo com a PF, a carga seria entregue em um sítio do município e, em seguida, distribuído de forma fracionada em pontos de venda da capital. Quatro pessoas foram presas durante a operação, entre elas dois acreanos acusados de comandar esquema de tráfico de entorpecentes. 

As ações foram originadas do desdobramento de uma prisão realizada no último dia 5 pelo Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar. Na ocasião, um mossoroense, foragido do Sistema Prisional do Acre, foi preso juntamente com outras nove pessoas.

A partir do cruzamento de dados fornecidos pelo BOPE, a Polícia Federal passou a monitorar a situação de dois acreanos hospedados em um hotel de Ponta Negra, região turística de Natal. Os homens eram suspeitos de articular o envio de uma grande remessa de cocaína para o estado.

Na manhã desta sexta, em Monte Alegre, policiais federais interceptaram um caminhão suspeito de transportar a droga. O veículo foi conduzido para a sede da Polícia Federal, em Natal, onde foi feita uma busca minuciosa por entorpecentes. Pacotes com cocaína foram encontrados em compartimentos falsos.

Os presos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Um deles, o responsável por levar a carreta para o sítio, estava utilizando uma tornozeleira eletrônica, ou seja, cumpria pena em regime de prisão domiciliar. Já um dos donos da carga faziam uso de documentos falsos.

O BOPE/RN e a Delegacia de Repressão a Drogas da PF no Acre auxiliaram nas prisões.

Portal no Ar