domingo, 10 de junho de 2018

PREFEITURA ACUSA RÁDIO DE ATACAR “DE FORMA IRRESPONSAVEL” a diretora do hospital de Angicos


A prefeitura do município de Angicos emitiu “Nota de Repúdio” contra a FM Comunitária Cabugi Central e o radialista Gean Carlos que apresenta o jornal na FM, que fez acusações contra a diretora do Hospital de Angicos, Juliana Saraiva.
Segundo a nota, a profissional enfermeira, que tem família tradicional em Angicos e é muito competente no que faz, foi caluniada e acusada de estar clandestina a frente do hospital, durante os meses em que esta passou a frente da instituição.
De acordo com a prefeitura, a servidora foi nomeada de forma digna e legal para direção geral do Hospital de Angicos e tudo foi feito em atendimento a cooperação técnica entre o Estado/ Município. A secretaria de saúde explica que o salário dela é pago pelo município de forma transparente, de acordo com o termo de cooperação, como já faz com médicos, motoristas da ambulância e combustível, pagos pelo município.

Acompanhe a nota na íntegra.

NOTA DE REPÚDIO

A Prefeitura Municipal de Angicos/Secretaria Municipal de Saúde vem a público por meio da assessoria de comunicação do município, REPUDIAR os atos praticados pela Rádio Comunitária Cabugi Central e, na forma como está sendo tratada a Servidora Juliana Saraiva dos Santos, pelas pessoas que fazem a citada rádio. O apresentador do programa jornal do meio dia que é feito por um cidadão, que Angicos nem sabe quem é, pois não faz parte da nossa comunidade, o que faz na forma que segue:

1 – Antes de qualquer coisa a servidora Juliana Saraiva dos Santos é mãe de família, servidora pública, profissional qualificada, tem filhos, esposo, pais, irmãos, ou seja, é um ser humano responsável e exemplar;

2 – A servidora Juliana, que vem sendo atacada em sua honra por um desconhecido que apresenta o Programa Jornal do meio dia, na Rádio Comunitária Cabugi Central, não cometeu nenhum crime, como tentam passar os responsáveis pela Rádio Cabugi Central, através de seu representante e apresentador;

3 – Que a servidora Juliana, não exerceu suas atividades no Hospital regional de Angicos, de forma clandestina, durante o período em que esteve à frente da direção geral do hospital estava amparada por uma portaria de nomeação publicada pelo Governo do RN, esclarecendo desde logo que não recebeu nenhum tipo de remuneração do Governo do RN;

4 – Que sua nomeação para direção geral do Hospital de Angicos foi feita em atendimento a cooperação técnica entre o Estado/ Município. Onde o município paga os médicos dos finais de semana, disponibiliza diariamente 24h a Ambulância, com 02 (dois) motoristas, paga o combustível e ainda, a direção geral do Hospital Regional de Angicos;

5 – Que a servidora não fez nada de errado que tenha ou venha desabonar sua conduta ética, moral ou profissional dentro da função exercida pela mesma no Hospital Regional de Angicos;


6 – Informamos a sociedade Angicana, que mais uma vez o município fica perplexo e surpreendido, por pessoas que utiliza dos microfones de uma rádio comunitária para tentar difamar, caluniar e injuriar, uma mãe de família, pessoa de bem de nossa cidade, que ao longo dos anos vem prestando relevantes serviços à população Angicana;

7 – Angicanos, como diz o nosso hino “Predestinados” não podemos aceitar este tipo de comportamento de quem quer que seja muito menos de um desconhecido que está sendo pago por contribuintes Angicanos e acolhido pelos responsáveis, proprietário e gestores da emissora comunitária Cabugi Central. Esse não deve ser o comportamento de uma emissora de rádio comunitária;

8 – Por fim, o município se coloca a disposição da servidora atacada em sua honra de forma irresponsável, para as providências que entender necessária, a fim de coibir esse tipo de comportamento, tanto da emissora, quanto de pessoas sem qualquer qualificação que se utilize de um microfone ou redes sociais, para atacar pessoas de bem de nossa Cidade.

Angicos/RN, 10 de junho de 2018.

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANGICOS
SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente