sábado, 28 de julho de 2018

Geraldo Melo autoriza advogados a pagar multa para ficar elegível

A oficialização da candidatura do ex-senador Geraldo Melo ao Senado Federal pelo PSDB, durante a convenção do partido, está mantida para este domingo (29). De acordo com o pré-candidato, “as medidas que forem necessárias para solução do problema, inclusive o pagamento das multas” estão autorizadas para torná-lo elegível.

O assunto entrou em pauta depois que o nome de Geraldo Melo apareceu na relação de inelegíveis divulgada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), nesta sexta-feira (27), como se ele tivesse impedido de concorrer ao cargo. 

Conforme apurado pelo Portal No Ar e confirmado pelo pré-candidato, a aparição do nome de Geraldo na lista do TCU foi motivada por problema na prestação de contas dele como presidente do PSDB no ano de 1997. A tesouraria do partido, segundo ele, era ocupada pelo então deputado estadual Petrônio Tinôco.

Na organização da convenção do partido, marcada para as 8h, no Holiday Inn, tudo segue contando com a candidatura de Geraldo.

A informação divulgada por Geraldo Melo poderá esbarrar, porém, na Lei da Ficha Limpa, segundo a qual quem exerceu cargo ou função pública e teve as contas rejeitadas não pode se candidatar a cargo público por oito anos.

Portal no Ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente