segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Apenas 16,8% das estradas do RN são pavimentadas, aponta estudo da CNT


Foto: José Aldenir/Agora RN
Apesar de o sistema rodoviário ser o principal modal de transporte do País, apenas 16,8% da malha rodoviária total do Rio Grande do Norte era pavimentada em 2017, de acordo com Anuário divulgado nesta segunda-feira, 13, pela Confederação Nacional do Transporte (CNT).

Segundo o levantamento feito pela entidade, dos pouco mais de 28 mil quilômetros de estradas potiguares (entre vias federais, estaduais e municipais), só 4,7 mil Km estavam pavimentados no ano passado. O Anuário do Transporte aponta que 81% das estradas (22,7 mil Km) não eram pavimentadas; e 2,2% (618,8 Km) eram “planejadas”. 

Embora a infraestrutura de transportes potiguar seja precária, o desempenho do Rio Grande do Norte ainda é melhor do que a média do País e dos estados do Nordeste. O mesmo estudo da CNT mostra que, dos 1,7 milhão Km de estradas no Brasil, somente 213 mil Km eram pavimentadas (12,4%). No Nordeste, o índice está pouco acima dos 13%.

Em relação ao estado geral das rodovias (pavimento, geometria e sinalização), a maioria dos trechos pesquisados pela CNT no Rio Grande do Norte estavam em boas condições no ano passado: quase 38%. Outros 28%, contudo, estavam situação “ruim” ou “péssima”.

Veículos novos

De acordo com o Anuário do Transporte, o Estado licenciou 23.451 veículos novos em 2017, uma alta de quase 7% em relação ao ano anterior. Foi o primeiro crescimento após três quedas seguidas. Com os novos veículos, a frota total com placa do Estado chegou a 1.263.551 veículos. Em todo o País, foram mais de 2,2 milhões de veículos novos licenciados em 2017, totalizando mais de 98 milhões de veículos.

Acidentes

O Anuário da CNT também trouxe números sobre acidentes rodoviários no País. Segundo o estudo, o número de acidentes registrados em rodovias federais no Rio Grande do Norte caiu pela quarta vez consecutiva. Em 2017, foram 1.452 notificações, contra 1.626 em 2016 (redução de 10,7%). Em todo o País, no ano passado, foram 89 mil acidentes. O número de óbitos resultantes de acidentes também caiu: foram 138 no Estado em 2017, contra 144 no ano anterior.

Tiago Rebolo, Agora RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente