sábado, 25 de agosto de 2018

Fátima diz que vai valorizar os agentes de segurança e investir na inteligência no combate ao crime organizado

A candidata ao governo do estado pela coligação Do Lado Certo (PT/PCdoB/PHS), Fátima Bezerra, participou na noite desta quarta-feira (22), de um debate sobre segurança pública promovido pelo Fórum de Segurança Pública do Rio Grande do Norte (Foseg-RN), na sede do Sindicato dos Policiais Civis do RN (Sinpol-RN).


Em sua fala, Fátima adiantou que um dos principais pontos de seu plano de governo é a valorização dos agentes de segurança. “Precisamos recompor o efetivo policial, inclusive dos agentes penitenciários. Também é de extrema importância a retomada do controle do sistema penitenciário do estado”. 

Sobre o combate ao crime organizado, Fátima disse que um ponto crucial para reduzir o alto índice de criminalidade é investir na inteligência, com tecnologia e preparo técnico do efetivo policial.

Fátima demonstrou preocupação também com a segurança dos policiais. Ela disse que é necessária uma delegacia para cuidar dos crimes que tiram a vida dos policiais. “Quero mais uma vez reafirmar que o foco central do nosso projeto na área de segurança pública é a valorização dos nossos policiais”.

Para Fátima, é necessário criar um seguro de vida para os agentes de segurança “que arriscam suas vidas para cuidar das nossas.” Ela ressaltou ainda que o combate à criminalidade tem que ser encarado com muita seriedade, sem bravatas, e com a retomada do controle penitenciário do estado.

“Está muito claro para a sociedade que o Estado tem sido incopetente para combater as facções criminosas. O crime está mais organizado que o Estado. O meu governo vai reorganizar o sistema de segurança pública para enfrentar as facções, para desbaratar o crime organizado”, enfatizou Fátima.

Fátima destacou também que, como governadora, vai encabeçar no Fórum dos Governadores, em especial do Nordeste, a regulamentação do SUSP (Sistema Único de Segurança Pública), que vai associar segurança com cidadania.

Como professora e servidora pública, Fátima disse conhecer muito bem as dificuldades dos policiais do estado. “Espero como governadora, ser parceira de vocês, e vocês parceiros da governadora, para que tenhamos uma política que passa pela valorização do efetivo policial”, afirmou.

Ela acrescentou ainda que para se ter uma segurança pública eficiente, “é fundamental que se invista em políticas públicas de prevenção à criminalidade”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente