sábado, 25 de agosto de 2018

Robinson deixou Estado “falido” e Fátima é “sectária”, diz Carlos Eduardo


José Aldenir/Agora Imagens
O candidato do PDT ao Governo do Estado, Carlos Eduardo Alves, disse nesta sexta-feira, 24, em João Câmara, que o atual governador, Robinson Faria (PSD), vai terminar o mandato deixando um “Estado falido” para o seu sucessor. Robinson é candidato à reeleição.

Em discurso após percorrer também as cidades vizinhas de Pedra Grande e Parazinho, no Mato Grande, Carlos Eduardo se comprometeu a governar, caso eleito, com “responsabilidade” e afirmou que vai repetir práticas de suas gestões à frente da Prefeitura do Natal. 

“Um governo que não paga salários, que usa ilegalmente o dinheiro dos aposentados e que deixou a segurança e a saúde sucateadas faz muito mal ao Rio Grande do Norte. Por isso, peço que cada um reflita e compare os candidatos antes de votar, pois um erro como o de 2014 atinge a vida de todos”, afirmou o pedetista.
Candidato do PDT cumprimenta prefeito de João Câmara, Manoel dos Santos (DEM) – Foto: PDT / Divulgação

Carlos Eduardo também dirigiu críticas à candidata Fátima Bezerra (PT), a quem chamou de “sectária, presa a uma ideologia radical e contra as classes produtivas que geram desenvolvimento econômico e social”.

“Ofereço minha experiência como prefeito de Natal por quatro mandatos, sempre aprovado e reeleito com votações maiores, que comprovam a aceitação de nosso trabalho. Fiz por Natal, posso fazer pelo Rio Grande do Norte. Ninguém pode errar de novo ou arriscar com quem nunca administrou e não tem nenhuma condição de administrar o Estado nesta situação difícil”, comparou.

Agora RN