quarta-feira, 24 de outubro de 2018

MDB E PSDB PERDEM ESPAÇO POLÍTICO E SOFREM COM A INSATISFAÇÃO POPULAR


As eleições de 2018 têm sido um verdadeiro ‘divisor de águas’. A insatisfação popular generalizada e atrelada a sentimentos diversos causou imensa ruptura nas correntes tradicionais partidárias e promoveu a queda de partidos históricos, que dominavam o cenário político nacional desde o fim da ditadura militar e a reintrodução da democracia nos anos 80.

O PSDB, partido que nasceu na esquerda moderada e depois se rendeu as seduções da direita, teve uma verdadeira implosão com relação a eleitos, seja governadores, senadores ou deputados.
Outro que passou pelo mesmo crivo popular foi o MDB (antigo PMDB), que também sofreu pesadas baixas no número de deputados, senadores e governadores eleitos pela sigla.

O PT foi o partido que ainda conseguiu manter boa parte do seu número de cadeiras na câmara e senado. Aliais, o PSB também mostrou boa recuperação e assim, ambos conseguiram resistir a esse momento de inconstância dentro da política brasileira.
Mas todos perdem espaço para a chegada dos novos partidos e candidatos.
Veremos no que isso vai realmente influenciar para as eleições de 2020 (se houver).