terça-feira, 30 de outubro de 2018

Pacotes sem identificação aparecem em praias do RN

Pacote encontrado na Praia do Forte, em Natal — Foto: Heloisa Guimarães/Inter TV Cabugi
Pacotes feitos de um material não identificado encontrados em várias partes do litoral nordestino, surgiram também em pelo menos seis pontos diferentes e afastados uns dos outros no litoral potiguar, ao longo dos últimos dias. Os encontros são relatados por pessoas em praias de Natal e de outros pontos do estado.

Eles foram achados em Rio do Fogo, no litoral norte; na praia de Sagi, em Baía Formosa, litoral Sul potiguar; e nas Praia do Forte e na Via Costeira, que fica em Natal. Outro ponto com ocorrência foi a praia de Ponta do Mel, em Areia Branca, na região Oeste potiguar. Moradores também relataram ter encontrado um objeto como este em Búzios e em Maracajaú. Autoridades ainda não sabem a origem dos objetos.

Pacote foi avistado na Via Costeira, em Natal — Foto: João Carlson
Em Rio do Fogo, um pacote foi encontrado por um pescador há vários dias, segundo a dona de casa Jarlene Bezerra, de 30 anos. A mulher disse que o vizinho levou o objeto para casa, mas se mudou poucos dias atrás e deixou o material no alpendre da casa. Com a chegada de novos moradores no imóvel, o pacote foi colocado no meio da rua.

"A gente achou parecido com couro de cobra, mas não sabemos o que é. Tem o formato de uma caixa, mas não parece oca", disse a moradora.

"O Comando do 3º Distrito Naval, informa que não foram registrados acidentes náuticos na região que justifiquem o aparecimento de “pacotes sem identificação” que estão sendo encontrados no litoral do Nordeste. Até o momento, as Capitanias dos Portos envolvidas estão acompanhando", declarou, em nota, o distrito da Marinha do Brasil responsável pela região.

Pacotes parecidos foram recolhidos em várias parte do Nordeste brasileiro. Em Alagoas, foram achados 75 volumes, em 13 municípios. No Piauí, passou de 30 o número de pacotes encontrados. Também foram coletados três deles na Paraíba e outros três em Pernambuco. Moradores também relataram o encontro das caixas misteriosas no Ceará e nas praias de Aracaju, em Sergipe.

No litoral alagoano, análises realizadas por biólogos do Instituto do Meio Ambiente (IMA) constataram que os pacotes são feitos de polímero, um material sintético feito a partir de derivados do petróleo. Mas a origem do material ainda é desconhecida.
Pacote de material não identificado encontrado por pescador em Rio do Fogo, no litoral potiguar — Foto: Jarlene Bezerra

G1RN