quarta-feira, 21 de novembro de 2018

MDB DE ANGICOS BUSCA RUMOS PARA AS ELEIÇÕES DE 2020

PINHEIRO é o atual vice prefeito e postulante a prefeitura
O MDB de Angicos, que depois de mais de 50 anos, sofreu a primeira derrota pra governador na cidade, está momentaneamente sem rumo, ainda acusando o pesado golpe que sofreu. Se antes, perdia-se no estado inteiro, mas se ganhava em Angicos pra governo, hoje a coisa mudou.

Não se sabe que direção alguns irão tomar. O líder verde, Clemenceau Alves, tem dúvidas se permanece no grupo ou se entrega o comando.

Já é opção antiga de Sosô deixar a liderança da sigla e migrar para o PDT de Carlos Eduardo, ou pra qualquer partido que o primo siga. Com a chegada de Walter Alves ao comando do partido no estado, essa opção deve ganhar força, afinal, Clemenceau e Walter nunca foram muito afinados.

Fala-se nos bastidores que o comando em Angicos deve ficar entre o vereador e presidente da câmara Cloves Tibúrcio e seu primo, ex-vereador João Maria Pinheiro.

Se isso acontecer, teremos uma briga forte pra saber quem será o candidato a prefeito do grupo: o atual vice-prefeito Pinheiro, ou Cloves. Os dois almejam e devem protagonizar uma disputa interna. Ou podem sair em chapa puro sangue.

Se for por fidelidade e reconhecimento, Miguel Pinheiro tem a preferência absoluta, pois nunca deixou as ostes pemedebistas e é leal escudeiro do grupo bacurau, muito diferente do primo Cloves, que troca de partido a cada eleição.
Mas ainda tenho minhas dúvidas se Clemenceau realmente entrega o comando.