sábado, 22 de dezembro de 2018

Policial militar é assassinado a tiros na Grande Natal


João Maria Figueiredo foi morto a tiros em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal — Foto: Reprodução/Redes Sociais
Um soldado da Polícia Militar foi assassinado no final da tarde desta sexta-feira (21) em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. João Maria Figueiredo da Silva, de 36 anos, foi morto por dois homens. A pistola do PM foi levada.

Figueiredo, como era mais conhecido, ingressou na Polícia Militar em 2009 e era lotado no pelotão da PM em Taipu, mas também atuava como segurança da governadora eleita Fátima Bezerra (PT). Ele foi o 26º agente de segurança pública morto este ano no estado.

De acordo com a PM, Figueiredo passava de motocicleta em uma ladeira próxima a um motel, que fica à margem da estrada do Aeroporto Internacional Aluízio Alves, quando foi abordado pelos criminosos. Os dois chegaram a pé.

Os bandidos atiraram e acertaram o ombro de Figueiredo. Ele tentou correr, mas foi atingido por mais disparos. O policial morreu no local e os criminosos levaram a pistola dele, ainda de acordo com a Polícia Militar.

Amigos de Figueiredo informaram que o lugar em que ele foi morto era uma rota comum ao policial, que morava na região.

Pesar
Em nota, o comando da PM lamentou a morte do policial, e disse que, "apesar do sentimento de luto, os integrantes da Polícia Militar não estão medindo esforços para levar os responsáveis à Justiça".

G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente