quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Traficantes e ladrões de banco acumularam o maior estoque de drogas já apreendido no RN


Polícia Civil deu entrevista coletiva sobre a apreensão - Foto: Ayrton Freire/Portal No Ar
Aquela que a Polícia Civil acredita ter sido a maior apreensão de drogas no RN uniu dois tipos de quadrilhas especializadas. Ladrões de banco e traficantes de entorpecentes. Essa parceria acumulou cinco toneladas de diferentes substâncias em uma propriedade rural de Macaíba. O material avaliado em R$ 4 milhões está sob guarda de policiais até que a Justiça autorize a queima.

“Em 2016, coordenamos a Operação Medellín no combate ao tráfico de drogas. Um ano depois, a Operação Alpha Bravo mirou nos assaltos a banco. Nessa quarta (6), vimos a união de nomes ligados a essas duas ocorrências. Foi a junção de assaltante de banco com traficante de droga”, disse o delegado Márcio Lemos, lembrando da parceria de longo tempo com o também delegado Cláudio Henrique. Ambos são os titulares da Delegacia de Furtos e Roubos, a Defur.

O delegado Cláudio Santos citou aquela que deve ser a razão para a parceria dos criminosos. “É o dinheiro saqueado dos bancos sendo empregado no tráfico de drogas”, declarou.

O investimento criminoso teria garantido, de acordo com os delegados, a importação da droga. O material era guardado em buracos cavados abaixo de baias existentes na granja nas quais animais eram cuidados.

“A droga estava separada. Maconha em uma baia. Cocaína em outra. Também haviam explosivos prontos para serem usados a qualquer momento em assaltos a instituições financeiras”, explicou Cláudio Henrique.

De acordo com o delegado, a granja vinha sendo monitorada e, nessa quarta-feira, 6, foi percebida “uma estranha movimentação”.

“Se não tivéssemos chegado, esse material teria sido retirado”, afirmou. De acordo com ele, os criminosos ainda conseguiram retirar o arsenal visto pelos policiais em fotos encontradas em celulares apreendidos. “Não achamos armas, e sabemos que eles tinham muitas”.

No total, cinco pessoas foram presas. Foram autuados por tráfico, organização criminosa, porte de armas e receptação de veículos.


Portal no Ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente