sábado, 16 de março de 2019

Pedreiro acusado de matar e enterrar menina de 12 anos em Natal tem audiência antecipada


Marcondes Gomes da Silva, de 45 anos, 
confessou ter matado a menina Iasmin 
Lorena, de 12 anos — Foto: Reprodução/Vídeo/Polícia Civil
A Justiça antecipou do dia 15 de maio para 24 de abril a audiência de instrução e julgamento do pedreiro Marcondes Gomes da Silva, de 45 anos, acusado de matar a estudante Iasmin Lorena Pereira de Melo, de 12 anos. O crime aconteceu em março do ano passado na Zona Norte de Natal.

O local da audiência permanece o mesmo: o Fórum Desembargador Miguel Seabra Fagundes, na Zona Sul da cidade. Após a procedimento, caberá ao juiz Geomar Brito, da 2º Vara Criminal de Natal, absolver ou sentenciar o acusado a júri popular.

Vista pela última vez com vida no dia 25 de março de 2018, o corpo de Iasmin foi encontrado um mês depois. A menina foi estrangulada com um cabo de aço de bicicleta e enterrada no terreno de uma casa em construção na comunidade da África, no bairro da Redinha.

Marcondes, que era amigo da família da menina, foi preso no dia 26 de abril, dois dias após o corpo ser encontrado por cães farejadores da Polícia Militar. O pedreiro foi localizado em uma praia no município de Touros, no Litoral Norte do estado.

G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente