quarta-feira, 24 de abril de 2019

Pedreiro acusado de matar e enterrar menina de 12 anos em Natal vai a júri popular, decide juíza


O pedreiro Marcondes Gomes da Silva, de 45 anos, acusado de matar a estudante Iasmin Lorena Pereira de Melo, de 12 anos – crime ocorrido em março do ano passado na comunidade da África, no bairro da Redinha, Zona Norte de Natal – vai a júri popular. A data do julgamento, no entanto, ainda será marcada. Até lá, o réu continua preso.

A decisão foi tomada pela juíza Ingrid Raniele Farias Sandes, da 2º Vara Criminal de Natal, em audiência de instrução e julgamento realizada na manhã desta quarta-feira (24) no Fórum Miguel Seabra Fagundes, na Zona Sul da cidade. Além do réu, 6 testemunhas foram ouvidas pela magistrada (dentre elas Ingrid Araújo, mãe de Iasmin). Um filho do acusado não compareceu.
Ingrid Araújo, mãe de Iasmin, também participou da audiência — Foto: Klênyo Galvão/Inter TV Cabugi

G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente