sexta-feira, 28 de junho de 2019

PM e Polícia Civil fazem operação em busca de traficante na Grande Natal; alvo morre e dois são presos


Ivanildo André da Costa, de 36 anos, mais conhecido como Pretinho — Foto: Sesed/RN
Policiais civis e militares fizeram uma operação na manhã desta sexta-feira (28) em busca de um traficante no conjunto Padre João Maria, em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. Um suspeito morreu e outros dois foram presos ao trocarem tiros com os policiais. Armas, munições e drogas foram apreendias.

Segundo o tenente-coronel Eduardo Franco, assessor de comunicação da PM, o principal alvo da operação era Ivanildo André da Costa, de 36 anos, mais conhecido como 'Pretinho', que reagiu à ordem de prisão, atirou contra os policiais e acabou baleado. "Ele ainda foi socorrido, mas não resistiu", afirmou Franco. "Com ele foi apreendido um revólver calibre 38", acrescentou.

Ainda de acordo com o oficial, Ivanildo fazia parte de uma facção criminosa, e vinha há algum tempo aterrorizando os moradores da região.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, o suspeito morto era chefe do tráfico de drogas na comunidade Padre João Maria, "com cargo elevando na estrutura de uma fação que atua na região", além de ser "o responsável pelas mortes determinadas pela organização criminosa".

"Tivemos sucesso em nossa missão. Foi a resposta que a população esperava, e ela veio. Porém, o nosso trabalho vai continuar e seguiremos atuando para garantir a ordem na região, ressaltou o tenente-coronel Eduardo Franco.

Os dois homens presos, as armas, munições e drogas apreendidas foram levadas para a Delegacia de Polícia Civil do município.

Crime bárbaro
A Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) informou que investigações da Delegacia de Polícia Civil de São Gonçalo do Amarante apontam para Ivanildo como o autor de um crime bárbaro ocorrido no início do mês passado lá mesmo, no conjunto Padre João Maria. Oscarina Maria de Lucena Lima, de 65 anos, levou três tiros na cabaça, na frente de casa. Segundo a Polícia Civil, um dos 7 filhos dela seria o verdadeiro alvo do assassino.


G1RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente