sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Fátima participa de celebração no Santuário de Uruaçu


Ao participar da Missa Solene dos Santos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, no final da tarde desta quinta-feira, 03, no Santuário de Uruaçu, em São Gonçalo do Amarante, a governadora Fátima Bezerra disse que a celebração encerra um evento que valoriza a cultura e a história do nosso Estado. "É também a renovação da fé dentro de uma ampla programação que reúne milhares de pessoas, movimenta a economia, gera negócios e oportunidades de trabalho e renda".

A Missa foi presidida pelo arcebispo metropolitano Dom Jaime Vieira Rocha e a governadora foi convidada a fazer a leitura do livro do Apocalipse de São João 7,9-15. O evento, que reuniu grande parte do clero e teve público estimado em 30 mil fiéis, contou com efetivo extra da Polícia Militar composto por 150 policiais que recebem diárias operacionais no valor de R$ 103,00, cada. O efetivo incluiu policiais da Cavalaria, BP Choque e Rocam.
A governadora esteve acompanhada dos secretários de Estado do Trabalho, Habitação e Ação Social, Íris Oliveira, do Desenvolvimento Econômico,  Jaime Calado, da vereadora em Natal, Divaneide Basílio, e do prefeito de São Gonçalo,  Paulo de Sousa.

HISTÓRIA

Em 16 de julho de 1645, o Padre André de Soveral e outros 70 fiéis foram cruelmente mortos por mais de 200 soldados holandeses e indígenas potiguares, durante uma missa dominical na Capela de Nossa Senhora das Candeias, no Engenho Cunhaú, no município de Canguaretama, região agreste do Rio Grande do Norte.

Quase três meses depois, no dia 3 de outubro, aconteceu outro martírio, na qual 80 pessoas foram mortas por holandeses, na comunidade Uruaçu, em São Gonçalo do Amarante. Os massacres foram motivados aos fiéis católicos por causa da intolerância do protestantismo calvinista dos invasores.

Os Padres Ambrósio Francisco Ferro, Padre André de Soveral, o leigo Mateus Moreira e seus 27 companheiros foram beatificados na Praça de São Pedro, no Vaticano, no dia 5 de março de 2000, em celebração presidida pelo então Papa João Paulo II, hoje São João Paulo II.

Desde 2007, o dia 3 de outubro tornou-se feriado no estado do Rio Grande do Norte. Em 2006, a Assembleia Legislativa do RN aprovou o decreto instituindo o feriado.

Localizado na comunidade rural de Uruaçu, o Monumento dos Santos Mártires conta com o santuário religioso, templo da devoção do povo São-gonçalense, erguido para homenagear os primeiros Santos Brasileiros e Padroeiros do Rio Grande do Norte. O Monumento tornou-se local de devoção aos Santos do Brasil canonizados em 15 de outubro de 2017 pelo Papa Francisco na praça São Pedro no Vaticano. O espaço é aberto aos turistas e religiosos com missa aos Domingos as 10h30min e todo dia 3 de cada mês às 15h é celebrada missa e adoração aos Santos Mártires.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente