quarta-feira, 26 de junho de 2019

O VOO DA DA DROGA - Bolsonaro estaria junto com militar na volta ao Brasil



Deu na VEJA
O staff presidencial precisou agir rápido na noite desta terça-feira para refazer o planejamento de voo de Jair Bolsonaro ao G20, no Japão.

Depois da detenção do militar da Aeronáutica com drogas em Sevilha, na Espanha (rota da escala original de Bolsonaro, como o Radar revelou ontem), a parada do presidente foi deslocada para Portugal.

O militar, de 39 anos, estaria com 39 quilos de cocaína quando foi detido, segundo o El País.

O presidente em exercício Hamilton Mourão afirmou que o segundo sargento da Aeronáutica preso na manhã de terça no aeroporto de Sevilha, na Espanha, sob suspeita de tráfico de drogas, estaria no avião do presidente Jair Bolsonaro no retorno dele ao Brasil, embarcando na cidade espanhola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente