sexta-feira, 1 de junho de 2018

Força dos Tucanos cresce no RN e candidatos disputam aliança com PSDB


Faltando cerca de dois meses para as convenções que definirão as coligações que disputarão o pleito deste ano no Rio Grande do Norte, o único grupo que não está “em caça” querendo o apoio dos tucanos é o da senadora e pré-candidata ao governo Fátima Bezerra (PT).

Com o prestígio dos tucanos em alta, cada grupo já formado faz suas investidas em busca do partido comandado pelo presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB), mas até agora, apesar de tucanos mostrarem simpatia, não existe definição. “Só em julho”, afirma o presidente. 

Enquanto isso, vão chegado aos propostas. O portalnoar.com apurou que o grupo do pré-candidato Carlos Eduardo (PDT) ofereceu a suplência de senador de Garibaldi Filho (MDB) a ser ocupadas por Ezequiel Ferreira, pai do presidente estadual do partido. Além disso, ofereceu a formação do “chapão” na proporcional, que facilitaria a reeleição de todos. A proposta, segundo a fonte, está de pé. Aguarda resposta.


Pré-candidato ao governo preferido pelos tucanos age agora, o vice-governador Fábio Dantas (PSB) cumpre todas as existências do partido. Fábio inclusive já recebeu apoios formais do deputado federal Rogério Marinho (PSDB), do deputado estadual Gustavo Fernandes (PSDB) e do presidente Natal, PSDB.

Quem também corre por fora na disputa pelos tucanos é o governador Robinson Faria (PSD). Apesar de o seu governo chegar a quase 90% de reprovação, o governador tem um bom diálogo com Ezequiel Ferreira e mantém relações próximas com os deputados estaduais José Dias (PSDB), Gustavo Carvalho (PSDB) e Raimundo Fernandes (PSDB), o que pode fazer a diferença nas articulações. Em termos de cartas na mesa, o governo tem a gestão para compartilhar e as coligações proporcionais vantajosas com a nominata do PSD.


Portal no Ar