quinta-feira, 30 de julho de 2009

O EFEITO RONALDO

ESCLARECENDO O APAGÃO

A maioria dos prédios públicos pertencentes ao município de Angicos tiveram suas ligações elétricas cortadas ontem, quarta, 29. O fato causou estranheza, aborrecimentos e confusão na cidade. Os funcionários públicos municipais não conseguiram trabalhar, no mercado da carne, marchantes tiveram problemas na conservação das carnes, enfim, não foi um bom dia para o município.

Muitos buscaram as causas, querendo saber o porquê de todo esse problema. A última vez que isso aconteceu foi no mandato de Ronaldo Teixeira. Daquela feita, aconteceu fato semelhante por falta de pagamento.

De acordo com autoridades da prefeitura, o corte ocasionado ontem é reflexo dos tempos do prefeito Ronaldo. De acordo com essas autoridades, desde os tempos de Ronaldo que o fornecimento de energia elétrica do município vem sendo mantido através de liminar judicial.

Quando o prefeito Jaime Batista assumiu em janeiro último, ele encontrou a coisa dessa forma e foi preciso acionar os advogados municipais, para manter o funcionamento. A título de explicação, a quantia devida a Cosern é tão elevada que é praticamente impossível ser resolvida em curto espaço de tempo. Será preciso um bom entendimento para que um parcelamento a longo prazo possa então ser feito.

Ainda de acordo com essas autoridades, o transtorno para o município é muito grande e reflexo de uma administração anterior que não se preocupou com o povo de Angicos.

O fato é que o não pagamento das contas na gestão passada ocasionou um problema de grandes proporções, uma chamada “bomba relógio” que acabou de explodir e que terá conseqüências desagradáveis para Angicos durante um bom tempo ainda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente