terça-feira, 7 de novembro de 2017

Servidores da saúde do Rio Grande do Norte iniciarão greve na próxima segunda-feira

Os servidores estaduais da Saúde do Rio Grande do Norte entrarão em greve na próxima segunda-feira (13), sem previsão para terminar. A decisão foi tomada nesta segunda (6), em assembleia realizada no auditório do Sinpol, em Natal.

Os servidores exigem o salário em dia, que desde janeiro de 2016, o Governo do Estado paga em atraso, e a anulação do pacote de ajuste fiscal enviado à Assembleia Legislativa. 

A categoria também aprovou a participação do Dia Nacional de Paralisações e Greves, no dia 10 de novembro. A data foi aprovada em uma plenária nacional do “Movimento Brasil Metalúrgico” e incorporada pelas centrais sindicais. O dia também é véspera da entrada em vigor da Reforma Trabalhista, que acaba com direitos históricos dos trabalhadores.

Em Natal, um ato unificado está marcado para o dia 10, com concentração às 14h, no bairro do Alecrim e às 15h, caminhada até o Centro da cidade.

UERN

Outra categoria que já definiu greve por tempo indeterminado é de docentes da Universidade do Estado do Rio Grande. As atividades serão paralisadas na próxima sexta-feira (10), Dia Nacional de Paralisação, sem data para terminar.

Os professores tomaram a decisão em assembleia geral na semana passada, sob a orientação da Associação dos Docentes da Uern (ADUERN). Eles reclamaram o atraso no pagamento de salários (quem ganha acima de R$ 4 mil ainda não recebeu o mês de setembro) e a falta de proposta por parte do governo, além de outras demandas represadas.

A última greve dos professores da Uern durou mais de cinco meses.

Blog do César Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente