quinta-feira, 5 de abril de 2018

Veja a lista das cidades do Rio Grande do Norte que terão o sinal analógico de TV desligado em maio


A transição do sinal analógico para o sinal digital já começou no Rio Grande do Norte. No dia 30 de maio o sinal analógico será desligado nas seguintes cidades do estado:

Natal
Arês
Brejinho
Ceará-Mirim
Extremoz
Ielmo Marinho

Lagoa de Pedras
Lagoa Salgada
Macaíba
Maxaranguape
Monte Alegre
Nísia Floresta
Parnamirim
Poço Branco
Riachuelo
Rio do Fogo
Santa Maria
São Gonçalo do Amarante
São José de Mipibu
São Pedro
Senador Giorgino Avelino
Serra de São Bento
Taipu
Tibau do Sul
Vera Cruz
Vila Flor
Se a sua cidade não está nesta lista você pode consultar a data do desligamento do sinal analógico AQUI.

Até o dia 30 de maio, a população dessas 26 cidades do RN listadas acima precisa preparar suas casas para que continuem assistindo os canais abertos de televisão. O sinal digital já está disponível e todo aparelho de televisão pode exibir a programação dos canais abertos com melhor qualidade. Se o equipamento for de tubo ou fabricado antes de 2010, precisará de uma antena digital e um conversor. Se o televisor for de tela fina fabricado depois de 2010, precisará apenas uma antena para TV digital.

Saiba se sua TV está preparada para receber o sinal digital
Veja se você pode receber gratuitamente o kit conversor da TV digital
Seguindo algumas recomendações simples, o sinal digital será recebido em sua casa com o máximo de qualidade. Saiba se sua residência já está preparada ou se será necessário providenciar mudanças para continuar assistindo os canais abertos de televisão:

1. Antena – Nem toda antena consegue captar o sinal digital de televisão. A antena deve ser própria para isso e a recomendação da Seja Digital é que o modelo seja externo, instalado no telhado da casa. Em caso de dúvidas, é recomendável contatar um antenista para fazer a instalação corretamente.

2. Televisor – Se o aparelho for uma televisão de tubo, será necessário instalar um conversor de sinal. Se o televisor for de tela fina e não tiver o conversor embutido, também precisará de um conversor de sinal. Para ter certeza se o televisor já tem o conversor embutido, consulte o manual do fabricante.

3. Conversor – São eles que transformam o sinal digital em analógico para que sua TV continue com a programação. Estão disponíveis em diversos modelos e faixas de preço. Podem incluir recursos como função de gravação de programas, entrada USB para conectar pen drives com conteúdos de vídeo, conexão HDMI, central interativa de mídia e painel com funções de navegação. Os conversores também vêm acompanhados de controle remoto, o que acaba sendo um recurso adicional para TVs antigas que não tenham o acessório.

Famílias de menor renda atendidas pelo Governo Federal podem receber kits gratuitos

As famílias de menor renda atendidas pelo Governo Federal nas 26 cidades da região, onde o sinal analógico será desligado em 30 de maio, podem agendar a retirada de seu kit gratuito, contendo antena digital e conversor com controle remoto, pelo telefone 147 (ligação gratuita) ou pelo site da Seja Digital. Para saber se tem direito, a população deve acessar o portal www.sejadigital.com.br/kit, clicar em “Programa de Distribuição de Kits” no menu superior e fazer a pesquisa utilizando o NIS (Número de Identificação Social) do responsável familiar.

O sinal digital traz uma série de benefícios para os telespectadores. A qualidade da imagem e do som são os aspectos mais perceptíveis à população, pois não apresentam fantasmas, ruídos, chiados e interferências.

INTERTV RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente