terça-feira, 11 de setembro de 2018

MP investiga Carlos Eduardo por aumento de passagem de ônibus em troca de doação eleitoral


-->
O Ministério Público do Rio Grande do Norte abriu um inquérito civil para investigar o ex-prefeito de Natal e candidato a governador Carlos Eduardo Alves e o atual prefeito da capital Álvaro Dias. Eles são suspeitos de improbidade administrativa.

De acordo com a investigação, Carlos Eduardo e Álvaro Dias teriam autorizado o aumento na tarifa de ônibus em troca do recebimento de propina. O pagamento seria realizado por um empresário do sistema de transporte público em forma de doação eleitoral. O valor beneficiaria as campanhas do próprio Carlos Eduardo e de Adjuto Dias, filho do atual prefeito de Natal, para deputado estadual.

A portaria foi publicada em 28 de agosto. O promotor Márcio Cardoso Santos decretou sigilo “para não atrapalhar as investigações” e determinou a não publicação no Diário Oficial do Estado. No entanto, o documento está disponível no site do MPRN.

A passagem de ônibus em Natal subiu de R$ 3,35 para R$ 3,65 no último dia 20 de maio. O reajuste total foi de 8,96%.

Portal no Ar