quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

'Herdeira' do tráfico de drogas é presa na Zona Sul de Natal

Uma das traficantes mais procuradas do Rio Grande do Norte, segundo o Ministério Público e a Polícia Militar, foi presa na tarde desta quarta-feira (24) no bairro Ponta Negra, na Zona Sul de Natal. Andreza Cristina Lima Leitão, conhecida como Andreza Patroa, responde a processos por tráfico de drogas, por integrar organização criminosa, e é condenada há mais de 10 anos de prisão.

Uma equipe da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) da Polícia Militar conseguiu localizar a foragida após uma ligação ao Disque Denúncia 127 do Ministério Público.

De acordo com o MP, Andreza Patroa era uma das chefes do tráfico de drogas na comunidade dos Coqueiros - área dominada por uma facção criminosa no bairro de Lagoa Nova, zona Leste da capital potiguar. Segundo as investigações, ela herdou o comando do tráfico de drogas do seu companheiro, Elinaldo César da Silva, conhecido como Sardinha, morto em 10 de setembro de 2016.

No momento do assassinato de Elinaldo, Andreza chegou a ser atingida por disparos na perna, foi socorrida para o hospital, mas deixou o local antes de ser atendida. Depois da morte do traficante, Andreza e o irmão dela, José Alexandre Lima Leitão, conhecido como Espiga, “herdaram” as bocas de fumo de Sardinha na comunidade de Coqueiros.

A criminosa é considerada uma das maiores traficantes femininas do Rio Grande do Norte. Ela estava foragida e acumula três processos em andamento na Justiça potiguar, sendo dois por tráfico de drogas e um por integrar organizar criminosa

G1RN