quarta-feira, 10 de abril de 2019

Walter Alves ameaça: “Se Henrique assumir MDB, Garibaldi e eu deixamos o partido”


O deputado Walter Alves não está nem um pouco satisfeito com a reaproximação do ex-deputado e primo Henrique Alves no grupo político do qual pertencem, o MDB. Ele condicionou a sua permanência e a do seu pai, ex-senador Garibaldi Alves, no partido ao distanciamento de Henrique da presidência da legenda no estado, que Henrique estaria articulando para assumir. O ultimato foi dado à executiva nacional da sigla. Garibaldi é o atual presidente e Walter é o vice, ambos chegaram ao consenso.

Quem revelou a crise foi o próprio Walter. Hoje ele se encontra em reunião com prefeitos potiguares em Brasília e foi justamente a um prefeito que fez a revelação ao ser questionado sobre a possibilidade de Henrique assumir a presidência estadual do MDB. “Inclusive, comunicamos à direção do MDB nacional, que, caso o senhor Henrique Alves, com quem não tenho relação pessoal e política há anos, venha assumir a legenda, Garibaldi e eu deixaremos o partido”, respondeu pelo Twitter ao prefeito de Coronel Ezequiel, Claudio Marques, o “Boba”.

O Portal NoAr apurou com correligionários dos Alves que a relação de Henrique e Walter, de fato, nunca foi tão amigável, apesar de evitarem atritos públicos. Contudo, a relação ficou ainda mais arranhada quando Henrique apoiou o então candidato e agora deputado federal Benes Leocádio (PTC) nas eleições de 2018, conseguindo retirar votos que supostamente iriam para Walter, também (re) eleito. O envolvimento de Henrique em processos de corrupção é outro fator que faz com que Walter se mantenha afastado do primo, sem querer associar sua imagem à dele, já com vistas nas eleições de 2020.

Desde que deixou o quartel da Polícia Militar, onde passou dois anos preso, Henrique tem ensaiado retorno à política com forte atuação pelas redes sociais. Sobre a declaração de Walter Alves e se realmente almeja assumir a presidência do partido, ainda não se pronunciou. Em artigo, publicado domingo passado no jornal Tribuna do Norte, Henrique dispara “a luta continua”, levantando a questão interna dentro do MDB.

Portal no Ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente