quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Bebê de 10 meses agredido pelo pai em Natal passa bem


A criança de 10 meses agredida pelo próprio pai em Candelária, na zona sul de Natal, passa bem e está em casa. A informação foi repassada na manhã desta quinta-feira, 4, pelo avô materno do bebê.

De acordo o avô, com identidade preservada pela reportagem, diferente do que foi noticiado a princípio, a vítima não foi atirada ao chão. “Ele, naquele momento de estresse, jogou meu neto de forma bruta na cama. A criança engatinhou e caiu no piso”, explicou. 

A queda fez o bebê sangrar pelo nariz. A criança foi levada ao hospital antes de ser entregue à mãe. O pai, um advogado criminalista, está preso.

O caso

De acordo com o avô do bebê, os pais haviam saído de casa e deixado a criança com as babás. “A hora foi passando, e minha filha começou a pedir para voltarem já que tinha que amamentar. O marido não queria ir”, contou sobre como começou o caso.

“Quando chegaram em casa. Ele deixou minha filha no carro e se trancou no imóvel. Pediu para as babás saírem. Mas elas permaneceram, tentando acalmá-lo. Ele fazia ameaças de matar minha filha, meu neto, minha esposa e também eu. Minha filha acompanhava pelo celular, através das câmeras de monitoramento, e saiu em busca da polícia. Nesse momento, ele saiu de casa com meu neto em um táxi”, relatou.

O homem havia ido para a casa dos pais dele, no bairro de Neópolis, também na zona sul. A polícia recebeu a criança e a encaminhou ao hospital. O agressor foi preso.

Somente após a prisão, a esposa soube que o marido já havia sido denunciado, por outra mulher, também por agressão doméstica em 2012. Os avós maternos do bebê, a própria criança e a mãe estão sob medida protetiva.