terça-feira, 14 de abril de 2020

O “Comitê de Crise” é uma farsa e o povo pobre de Angicos é deixado a própria sorte

Por Modesto Neto*

A gestão do prefeito Deusdete Gomes (PSDB) em Angicos (RN) instituiu o Comitê de Crise para enfrentar o novo coronavirus (Covid-19). A criação do órgão é correta, mas é uma pena a sua nulidade.

O Comitê de Crise formalizado por Deusdete Gomes é o mais inútil da história brasileira.

Por que o comitê é inútil?

No comitê o prefeito é o presidente e os secretários são os membros. Ou seja: o comitê não tem acúmulo técnico ou informacional para enfrentar absolutamente nada.

A Vigilância Sanitária deveria ter uma cadeira neste comitê. Têm? Não tem!

A Polícia Militar e Polícia Civil de Angicos deveria ter uma cadeira neste comitê. Têm? Não tem.

A CDL ou a representação dos comerciantes da cidade deveria ter uma cadeira neste conselho. Têm? Não tem.

Um epidemiologista e um biomédico deveriam assessorar o comitê. Estão assessorando? NÃO!

Vigilância Sanitária, polícias, setor do comércio e um biomédico ou epidemiologista poderiam conjuntamente traçar estratégias para estabelecer barreiras sanitárias na cidade, monitorar o fluxo de pessoas nas ruas, organizar e uniformizar os padrões de atendimento nos comércios, intensificar o policiamento ostensivo, distribuir itens como álcool em gel, máscaras e alimentos  para população carente.

A Secretaria de Saúde com mais de R$ 3 milhões em caixa poderia arcar com todos esses custos e os recursos sobrariam tranquilamente.

Enfim, muitas ações poderiam ser tomadas, mas infelizmente o Comitê de Crise criado pelo prefeito Deusdete Gomes é uma farsa, é um engodo, jogo de cena barato.

O povo tem sido deixado a própria sorte e o prefeito não está a altura da crise que bate a porta. Enquanto a maior crise sanitária do século XXI se abate contra o mundo, as preocupações de uma gestão egolatra é o calendário eleitoral e a foto de uma maquiagem inacabada ao tempo que os índices de insegurança em Angicos crescem vertiginosamente.

Um comentário:

Reflita, analise e comente