quinta-feira, 7 de maio de 2020

Veja o passo a passo para pedir o Auxílio Emergencial pela 2ª vez

Mais de 12 milhões de candidatos ao auxílio emergencial tiveram o cadastro analisado como “inconclusivo”, ou seja, pelos dados informados por esses trabalhadores, o governo federal não chegou a uma conclusão se eles têm ou não o direito de receber o benefício, que pode chegar a R$ 1.200.

Estes trabalhadores têm uma nova chance. Basta fazer outro pedido, pelos mesmos canais da Caixa ou pelo novo site, do Dataprev, e ficar atento ao preenchimento dos dados para não deixar que falte informação ou que ela esteja incorreta.

Quem está no CadÚnico e foi reprovado para o auxílio emergencial também pode fazer a solicitação e tentar receber as três parcelas do benefício federal.

Apesar de a primeira parcela já ter sido paga para quase todos os beneficiários, quem for aprovado na nova análise vai recebê-la, nos próximos pagamentos.

O calendário da segunda parcela ainda não divulgado. Nesta quarta (6), o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou que pretende modificar a forma de pagamento. A ideia é não juntar os que nasceram em meses diferentes no mesmo dia, para evitar filas.

Novo site
O novo site para consultar o andamento do pedido ou fazer o recadastro, https://consultaauxilio.dataprev.gov.br, entrou em funcionamento na terça (5), mas, na tarde desta quarta (6), saiu do ar

De acordo com mensagem no próprio site, a previsão é que a normalização ocorra às 2h desta quinta (7).​

Nova chance | Como liberar o 'Coronavoucher'
A nova chance é dada para quem deixou de preencher algum dado e, por isso, o governo não conseguiu avaliar se o trabalhador tem ou não direito ao auxílio emergencial.

Nesse novo pedido do auxílio emergencial será possível corrigir as informações enviadas na primeira vez.

A Caixa não informa qual foi o caso específico do trabalhador que levou à inconclusão dos dados, por isso preencha com atenção e revise os dados informados antes de concluir a solicitação.

Exemplos:
  • O trabalhador marcou que é chefe de família, mas não informou nenhum familiar ou CPF de dependente;
  • Informou um membro da família, mas com erros no número do CPF e na data de nascimento;
  • Não foi informado no cadastro se quem se candidata é do sexo masculino ou feminino;
  • Houve divergência entre os membros da família do candidato;
  • Foi incluída no cadastro alguma pessoa da família com indicativo de óbito;

Cadastro Único
Quem está no CadÚnico e foi reprovado para receber o auxílio emergencial, mas acredita ter direito ao benefício, pode fazer o pedido pelo site ou aplicativo da Caixa ou pelo novo site do Dataprev.

Os dados serão analisados como se fosse a primeira solicitação.

Como recadastrar o pedido
O recadastramento é feito como um novo pedido;
É possível se cadastrar pelo site ou aplicativo da Caixa ou pelos novos sites lançados pelo governo federal.
Pela Caixa
  • Aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial
  • Site auxilio.caixa.gov.br
  • À direita, clique em “Realize sua solicitação”;
  • O site vai informar todos os requisitos necessários para receber o auxílio emergencial. Leia com atenção para ter certeza que se encaixa nas condições;
  • Clique para marcar em “Declaro que li e tenho ciência que me enquadro na condições acima” e “Autorizo o acesso e uso dos meus dados para validar as informações acima;
  • Depois em “Tenho os requisitos, quero continuar”;
  • Na próxima tela, informe seus dados corretamente;
  • Ao terminar de preencher, clique em “Não sou um robô” e, depois, no botão laranja “Continuar“;
  • Agora, é preciso informar um número de celular. É por ele que o trabalhador vai receber um código de verificação, mandado por mensagem de texto (SMS);
  • Quando receber o código via SMS, insira ele no campo “Código Recebido”;
  • Preencha a página informando corretamente a sua renda, atividade profissional, estado (UF) e cidade;
  • Em seguida, inclua as informações sobre os integrantes da família que moram com você.
Conta para receber o benefício
Será preciso informar em qual conta bancária deseja receber o benefício
Se não tiver uma, o trabalhador pode aceitar ter uma conta-poupança digital da Caixa. Basta informar. Ela será criada automaticamente pelo banco.
  • Quem quiser receber em uma conta já existente, terá que informar, no passo seguinte, os dados da conta;
  • A última tela vai mostrar todo o cadastro preenchido. Revise com atenção;

Se estiver tudo correto, clique em “Li e concordo” e, depois, envie os dados.
Pela Dataprev
Sites: 

Informe seu nome, CPF e nome da sua mãe
Responda às perguntas corretamente
Como acompanhar seu pedido
O trabalhador pode acompanhar seu pedido pelo:

Pagamento
Caso o trabalhador tenha o direito reconhecido pelo governo federal, a Caixa vai liberar o valor em até 3 dias úteis após a confirmação.

Agora São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente