sexta-feira, 4 de setembro de 2020

Sindicato dos Professores é contra retomada das aulas na Rede Estadual em outubro e ameaça convocar greve

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte(SINTE/RN) é contrário a retomada das aulas presenciais na Rede Estadual, cogitado para 05 de outubro, conforme anunciado pelo secretário Getúlio Marques nessa quinta-feira (03). Por isso, cogita a possibilidade de chamar uma greve.

“Para o Sindicato, voltar agora é pôr em risco professores, funcionários, estudantes e pais. A pandemia da Covid-19 não acabou, embora os números de casos, mortes e ocupação de leitos aparentemente tenham diminuído. É possível, no trajeto, levar o vírus para a escola ou trazer para casa. Como se sabe, não há remédios que combatam com eficácia a doença, tampouco existem vacinas que previnam”, diz a nota.

O Sinte-RN ainda apresenta outras justificativas:

“Além disso, a maioria das escolas públicas do Rio Grande do Norte não têm condições de receber a comunidade escolar neste momento atípico. Como praxe, há problemas estruturais, faltam materiais e até mesmo professores nos quadros e o número de funcionários é insuficiente.

No entanto, o SINTE não é contra planejar a futura retomada. É necessário preparar os espaços para o pós-pandemia. Porém, isso precisa ser feito com cautela, observando a nossa realidade.

A coordenadora geral do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, afirma que, sem garantias de segurança nas escolas, a entidade vai chamar greve: “Do jeito que as escolas estão, há riscos. Por isso, não vamos aceitar isso (a retomada em outubro)”.

EM REUNIÃO DO COMITÊ EDUCACIONAL, GOVERNO DIZ QUE VOLTA EM 05 DE OUTUBRO NÃO ESTÁ GARANTIDA

O Governo disse, em reunião virtual do Comitê Educacional na tarde desta quinta-feira (03), que a volta às aulas na Rede Estadual em 05 de outubro não está garantida. O SINTE/RN participou do diálogo.

De acordo com o secretário Getúlio Marques, um novo decreto será publicado no Diário Oficial nos próximos dias, renovando a suspensão das aulas até 04 de outubro. O retorno segue incerto. O Executivo diz que só vai reabrir as escolas que passarem por uma preparação e após o Comitê Científico reavaliar a situação da pandemia no RN.

Fátima lembra que é preciso criar um protocolo de saúde que garanta a segurança da comunidade escolar. As escolas precisam, além de dispor de máscaras, álcool em gel e garantir o distanciamento entre as pessoas, oferecer uma infraestrutura adequada e ventilação correta, entre outras coisas. Quem vai cuidar disso, segundo o Executivo, são as secretarias municipais de educação e a Secretaria Estadual de Educação.

As informações são do Sinte-RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reflita, analise e comente